Explore
 Lists  Reviews  Images  Update feed
Categories
MoviesTV ShowsMusicBooksGamesDVDs/Blu-RayPeopleArt & DesignPlacesWeb TV & PodcastsToys & CollectiblesComic Book SeriesBeautyAnimals   View more categories »
Pandorum review
155 Views No comments
0
vote

Assisti, esqueci.

Add header image

Choose file... or enter url:
Fórmula saturada, personagens fracos, atores sem carisma, história chupada...

Pandorum se trata de um thriller que segue a linha do Alien de Ridley Scott e noventa por cento dos filmes futurísticos que se passam em naves espaciais, abusando de tiros, monstros perseguindo e matando o elenco, armas futurísticas, personagens bad-ass e um fim esperançoso.
Porém, mesmo com toda a maré contra, o filme consegue ainda assim divertir.

Se passando no ano 2200, o filme começa com dois tripulantes (Ben Foster e Dennis Quaid) acordando em uma nave espacial sem saber quem são, como foram parar ali e qual sua missão. Com o tempo suas memórias vão voltando e descobrem que sua missão tem a ver com a sobrevivência da humanidade.
Com o tempo descobrem mais sobreviventes, porém, precisam correr contra o tempo e contra monstros sedentos por sangue para concluir sua missão.



O filme recebe um ótimo pontapé inicial ao mostrar dois tripulantes acordarem totalmente atordoados e sem idéia de onde estão e porquê estão, conseguindo se manter interessante até a parte em que os ‘monstros’ (Aliens? Zumbis? Sem spoilers, fica assim) decidem dar as caras.
Após o primeiro ataque dos ‘monstros’ o filme vai se perdendo aos poucos, introduzindo personagens chatos e sem carisma além de perder todo o clima que estava conseguindo manter até então. É quando um grande problema do filme resolve aparecer: A falta de um ator consistente que consiga carregar o filme nas costas (no caso, Ben Foster que, na minha opinião, não decidia o que fazer em cena). O ator começou ótimo mas foi perdendo noção do que fazer (assim como o filme).
Ainda falando em elenco, o diretor errou também ao escolher quem interpretar os personagens secundários, pegando Antje Traue e Cung Le (quem?!), dando vida a personagens chatos e sem carisma nenhum.
Mesmo com personagens chatos e atores perdidos em cena, o filme consegue ‘ir’, principalmente pelo fato de guardar grandes mistérios que vão sendo resolvidos aos poucos, o que funcionou muito bem e conseguiu prender até o desfecho, que, por hora, é muito bom e inesperado.



Ok, a história é um dejavu, os atores não estão cem por cento e o diretor se perdeu legal, porém, nenhum destes se sobressai sobre o maior dos problemas: A falta de sangue.
O filme tem mortes, monstros assassinos e carnívoros, personagens secundários pra matar a vontade, porém, o diretor amarelava na hora ‘h’ e corria com a câmera, ou mostrava tudo de uma distância ruim.
O filme não perderia o público alvo mostrando mais cenas de gore e também não precisaria virar um trash com sangue voando na tela a toda hora, porém, poderia mostrar sim mais sangue, mais membros arrancados e mais personagens sendo mortos.

O resultado final é um filme divertido mas que você não precisará se preocupar se daqui a uma semana tiver esquecido alguns detalhes (ou até o filme inteiro), já que isso provavelmente acontecerá com grande parte de quem tiver assistido

Nota Final: 6,5
Avatar
Added by Dan
7 years ago on 28 July 2010 17:14



Post comment


Insert image

drop image here
(or click)
or enter URL:
 link image?  square?

Insert video

Format block