Explore
 Lists  Reviews  Images  Update feed
Categories
MoviesTV ShowsMusicBooksGamesDVDs/Blu-RayPeopleArt & DesignPlacesWeb TV & PodcastsToys & CollectiblesComic Book SeriesBeautyAnimals   View more categories »
Listal logo
362 Views No comments
1
vote

Review of Battlestar Galactica

Add header image

Choose file... or enter url:
Crossroads Part 1 (autoria de Paulo Fiaes)
Em toda história existem três lado, o seu, o da(s) outra(s) pessoa(s) e a verdade. E como provar para uma sociedade que você é inocente quando todos te acham culpado? E como mostrar que é inocente quando todos “sabem” o que você fez, ou deixou de fazer? E como tomar uma decisão baseada em dois lados, um sendo egoísta, querendo salvar a sua pele, o outro sendo raivoso, querendo vingança por tudo de ruim que já aconteceu? O tribunal conseguirá tomar a decisão certa? Se nem eles sabem a verdade, como fazer o julgamento da pessoa mais odiada das colônias ser justo? E essa pessoa merece ter um julgamento justo? E este episódio é apenas o início do julgamento de Gaius Baltar.

Comandante Adama

Como alguém com tanta raiva pode decidir o futuro de uma pessoa? Ainda mais alguém que insiste em querer ter a razão. Ontem, conversando numa mesa de bar, minha irmã falou que você conhece bem uma pessoa pela forma como ele trata a sua família, e o que vimos até agora de Adama foi insistir em ter a palavra final sobre qualquer assunto. Seja pelo fato de seu filho não pensar da mesma maneira que ele, seja por querer culpar Baltar por todas as mortes que aconteceram, e seja até mesmo para descumprir uma ordem de uma superior por não aceitar a forma dela de lidar com a sua tripulação.

Este homem pode ser responsável diretamente pela vida ou morte de uma pessoa? Na maioria das vezes sim, pode não parecer, mas o comandante Adama é a pessoa mais desgastada com essa guerra, até porque ele já estava nela muito antes da maioria das pessoas a bordo, incluindo a época da guerra fria. E pode não parecer, mas ele é humano e por mais que tenha sido treinado para lidar com essas situações, a mente dele está cansada, e até mesmo o maior dos heróis erra, sente raiva, deseja vingança. E você, se fosse responsável pela vida de milhares de pessoas, como você reagiria se pudesse decidir o futuro de um homem que você acredita ser culpado por grande parte das misérias que você viu recentemente? E assim a raiva toma conta de Adama. E mais uma vez ele quer ser o dono da sua verdade e não abre os seus olhos para o outro lado, apenas porque ele quer que alguém pague por tudo de ruim que aconteceu em Nova Caprica, e porque ele está cansado disso, e porque está guerra precisa cada dia mais chegar ao seu fim.

Romo Lampkin

Lee disse para sua esposa:

É assim que o sistema funciona, Dee. O acusado tem direito de questionar a credibilidade dos acusadores, é assim.
E quem melhor que Lampkin para fazer esses questionamentos? Interpretado de uma forma magistral, Lampkin começa a sua defesa dizendo:

Meritíssimo, a defesa gostaria de trocar a nossa declaração para ‘culpado’ (…) está óbvio que meu cliente é culpado. Ele é um traidor, e um assassino. Ele não é melhor que um cylon e o que fazemos com eles? (…) É isso mesmo, vamos jogá-lo da escotilha também! Este homem nos vendeu para o inimigo. Este homem é o nosso inimigo, e se há algo de bom numa guerra, que é correto, justo e apropriado, é quando nós massacramos o nosso inimigo. É quando podemos dar o troco merecido. O que estamos esperando? Vamos matá-lo agora mesmo. Seria mais fácil não é mesmo? Mais simples. É só entregar aos enfurecidos. É isso que querem. Especialmente ela (presidente Roslyn) (…) não sei quanto a você, mas estou feliz que ela não era a presidente quando os cylons chegaram dizendo “entregue-se ou morra!” Eu devo minha vida a Gaius Baltar e a decisão que ele tomou naquele dia. Assim como Laura Roslin deve a vida dela.
Com essas palavras e com a sua interpretação, difícil não ficar ao menos balançado com o que ele disse. Este homem calcula cada movimento que faz, como já foi dito no episódio passado, ele manipulou todos em sua volta, e dessa vez não foi diferente com Lee:

O sistema manda que diga o que sabe. O que lhe deixa uma de duas opções poucos confortáveis. Primeiro compartilhe a informação e ao fazer assim, siga os princípios que clama admirar tanto, ou segundo, fique com ela. E prove para nós que o seu único propósito de estar aqui é de incomodar o seu pai e de tirar sarro de todo o sistema legal. (…) você precisa provar a si mesmo que está certo. Ou sairá daquele tribunal sabendo que manteve um segredo que poderia ter salvo a vida miserável deste homem. E eu não conheço você muito bem, mas acho que isto não seria algo que Lee Adama gostaria de ter na sua consciência.
A questão não é a manipulação que ele faz, e sim as verdades que ele diz.

Lee Adama

O que motiva este Adama a defender Baltar? Esta mais do que claro que pai e filho tem uma relação conturbada, mas será que Lee chegaria ao ponto de defender o inimigo número 1 para incomodar o pai? Duas coisas foram essenciais para ele “trair” sua amizade com a presidente Roslin: o discurso de Lampkin e as ofensas do comandante Adama.

Lee sempre tentou ser íntegro, e isto é uma virtude. A cada dia que passa, as pessoas têm desistido de serem “boas” justamente por pagarem um preço muito alto, o não reconhecimento. E apesar de não ficar evidente se foi isto que aconteceu, Lee no fundo provou que é apenas um ser humano, querendo fazer justiça da forma correta e, sem perceber, querendo ser digno para o seu pai.

Presidente Roslin

Sinceramente, sempre tive um pé atrás com Roslin. Sua postura sempre foi arrogante e, ao contrário de Adama, ela nem ao menos reconhece quando erra. Foi assim recentemente com o caso de Hera, irritando até o próprio comandante. E ela mais do que ninguém quer que Baltar seja condenado. A minha pergunta é: por quê? E ainda faço outra pergunta, será Roslin tão diferente de Baltar? Lembrem-se que essa mulher, por vontade própria e por achar que está certa já forjou a morte de uma criança, tentou manipular uma eleição e fez estas coisas sem se preocupar com as outras pessoas envolvidas.

Lógico que existe uma diferença enorme entre Baltar e Roslin, ele quer o melhor para ele. Ela quer o melhor para os sobreviventes, mas os dois agem de acordo com suas convicções. Então porque esse desejo incontrolável de querer culpar Baltar, a ponto de tentar fazer tudo para que o seu julgamento não seja justo? E lembrando da temporada passada, Baltar era o aliado ideal até quando ele resolveu concorrer com ela. Então, analisando friamente, será que esse desejo para que Baltar assuma a culpa por essa guerra com os cylons, não contém um pouco do desejo de se vingar daquele que se recusou a ser subordinado a ela? Tirem suas próprias conclusões.

Saul Tigh

Uma das coisas mais espetaculares sobre Battlestar Galactica é que a série retrata de forma soberba todas as partes envolvidas em uma guerra, e isto poderia ser associado a qualquer guerra já existente no mundo. E a série vai mais longe, nos mostra os efeitos que uma guerra causa em uma pessoa, em uma família, e até na sociedade.

Tigh também sente os efeitos dessa guerra, foi traído, matou seu grande amor e perdeu a razão. O que o mantém vivo é a sua amizade com Adama e o desejo de que todos os inimigos paguem pelas barbaridades que cometerem. Como posso julgar esse homem? Mas como esse homem pode julgar alguém? Finalmente, quem tem culpa por essa guerra está acontecendo? Dessa vez, os motivos não são aparentes, não temos uma nação inventando desculpas para arrasar um país e ficar com as riquezas deles. Não sabemos até hoje o motivo dos cylons terem atacado os humanos, mas sabemos que os humanos se pudessem teria feito o mesmo. E por quê? Vocês conseguem realmente definir um culpado?

Paulo Fiaes

Eu escrevi a maior parte dessa review imaginando Gaius como inocente, mas na metade do texto me dei conta que é fácil vê-lo como inocente, eu sei coisas que nenhum personagem da série sabe, talvez nem o próprio Baltar. Então resolvi me colocar naquela tripulação e imaginei os dias em Nova Caprica, perdendo famílias, amigos, sendo torturado. Evidente que eu iria culpar alguém. Somos assim, culpamos os presidentes pela situação que se encontra, culpamos nossos pais por sabermos que podemos culpar eles, porque eles provavelmente nos perdoarão. Culpamos muitas coisas para tirarmos o peso dos nossos ombros. E eu não sei se ser assim é certo ou errado, mas provavelmente também iria querer Baltar preso. O pior é que as coisas continuariam iguais, a “justiça” seria feita mas a guerra continuaria, e outros culpados iriam aparecer e eu continuaria triste pelas perdas da guerra.

É impossível não traçar um paralelo com o julgamento de Saddam. Para muitas pessoas, Gaius ajudou os cylons no genocídio, mais de cinco mil pessoas morreram. É o desejo do povo matar Baltar. Mas matar Gaius, ou Saddam resolve os problemas do mundo? Com certeza, eles devem pagar pelos seus crimes, mas matá-los só iria mascarar a dor. Saddam morreu, a guerra continua e pessoas inocentes, dos dois lados, ainda morrem. E o que deveria terminar com os problemas, acaba agravando-os cada vez mais. E o mundo entra em um ciclo de guerras até ser completamente destruído. Esse é o preço que pagamos por querermos fazer justiça sem sermos justos.

Perguntas sem resposta
• Por que as pessoas têm procurado Baltar para ajudá-lo?
• Que música era aquela que tocava, e que Apenas Anders e Tigh escutaram?
• Roslin sonhou com as cylons residentes na galactica e depois disse que a cylon Six iria ajudá-los a despistar os outros Cylons, por que Six se importa tanto com Hera agora, e o que este sonho de Roslin significa?
• Se os Cylons pudessem esse tempo todo rastrear os humanos, porque não fizeram um ataque surpresa antes, dizimando todos? Afinal, qual é o plano deles?

Avatar
Added by Lucas Gandalf Leal
10 years ago on 7 September 2007 16:46




Post comment


Insert image

drop image here
(or click)
or enter URL:
 link image?  square?

Insert video

Format block