Explore
 Lists  Reviews  Images  Update feed
Categories
MoviesTV ShowsMusicBooksGamesDVDs/Blu-RayPeopleArt & DesignPlacesWeb TV & PodcastsToys & CollectiblesComic Book SeriesBeautyAnimals   View more categories »
1212 Views No comments
0
vote

O Olho de Júpiter (The Eye of Jupiter)

Add header image

Choose file... or enter url:
Chegamos ao décimo primeiro episódio, graças aos Deuses, mais um final de semana, mais um episódio de Battlestar Galactica e a terceira temporada vai quase chegando à metade, fazendo uma avaliação mais crítica veremos que o começo foi maravilhoso com “Occupation”, depois tivemos o inexorável “Exodus” (1 e 2) e pra concluir os 6 primeiros com chave de ouro ainda tivemos “Collaborators”. Na segunda metade tivemos um maravilhoso que foi “A Measure of Salvation” e um muito bom “Unfinished Business” completados agora por “The Eye of Júpiter” e pelo próximo e bom episódio “Rapture”, porém nessa segunda metade tivemos os medianos “Hero” e “The Passage”, conclusão um ótimo começo e um meio apenas bom.
Quem viu esse episódio sabe que há muita coisa para ser comentada, a série resgata sua mitologia esquecida nessa temporada, mas infelizmente não vai dar pra comentar todas, então tentarei fazer um review mais objetivo, pra quem não viu o episódio será ruim, mas pra quem viu acho que será melhor, espero que gostem, e espero nos comentários acabemos falando de todas as principais cenas ajudando a quem não viu o episódio.

Planeta Alga

Parte da frota se encontra no planeta Alga há duas semanas pra extrair alimentos. Assim começa o episódio e vemos as conseqüências da luta de boxe entre Kara e Lee, Dualla visivelmente irritada com a visita de Kara ao planeta Alga, mas Lee tem que recepcioná-la como seu chefe, porém assim que ele chega já rola um beijo entre os dois.
Lee:
“Isso é loucura”.
Kara (não ela não gritou “This Is Sparta”):
“É assim que eu gosto”.
O que dizer do relacionamento mostrado ao longo do episódio? Starbuck é totalmente contraditória, percebemos isso quando ela diz que o casamento é sagrado, que não é um jogo, porém ela se casou com Anders pra fugir de Lee, não teve a menor seriedade ao fazer isso. Pior ela trai o marido, mas divorciar ela não pode afinal ela fez um juramento para os Deuses e ele não pode ser quebrado, então ela ouve de Lee:
“Você está quebrando toda vez que fazemos isso”
Kara:
“Mas isso é diferente, só entortamos as regras”.
Mais uma vez ela mostra que só quer “brincar” e não quer nada sério. Lee honesto não gosta da situação por ver que está machucando Dualla, e ela não merece, portanto melhor seria divorciar. Mas diante da não aceitação de Kara ele não se sente bem em continuar traindo, então eles ficam numa encruzilhada.
Durante a extração de alimentos Galen Tyrol ouve ruídos, parece uma música, e numa espécie de transe ele sobe uma colina e acaba por achar um Templo, por ser filho de padre e por seu pai estudar aquele templo, ele reconhece o local como o Templo dos Cinco, aonde segundo as profecias contém o Olho de Júpiter, que seria um marco da colônia que indica um caminho para Terra. Testes de carbono no local mostram que data de 4.000 anos atrás, o que bate com a época do êxodo da décima terceira tribo.
Depois da visita cylon a Galactica as coisas esquentam no solo, Adama ordena para eles cercarem o Templo com bombas pro caso dos cylons se aproximarem eles explodirem tudo, logo após os cylons interrompem as comunicações.
Lee traça o plano de defesa do Templo, tem uma fala muito engraçada nessa cena, após Lee dizer que vai usar os civis na defesa, Kara fala:
“Posso dar uma sugestão que você não vai gostar?”.
“Você já deu alguma de que eu gostasse?”.
E a moça sugere usar Anders, e diante da situação Lee obviamente aceita. Eles se reúnem e fica evidente a desarmonia entre eles, Anders não aceita começa um bate-boca entre ele e Lee, porém Starbuck interrompe dando a entender que não é o momento para aquilo. E Anders acaba aceitando o pedido de Apollo.
Surpreende foi ver Tyrol envolvido com essa parte mística, filho de um padre com uma oráculo, sempre ficou evidente o desprezo do Chief pelas tradições religiosas, ele inclusive comenta isso durante o episódio:
“Eu costumava entrar no santuário da minha mãe, dançava pelado sobre o altar”.
Bizarro também foi o papo entre Lee e Anders, o marido de Kara parece conhecer as famosas traições da mulher e parece não se importar, bom eu falo por mim, por mais que a Starbuck seja muito gata eu jamais aceitaria ser corno manso como Sam.
Vemos Dualla se estranhando com Kara, mas nem perto do que foi Anders e Lee. Traçado os planos cada uma vai para seu posto, e Kara é atingida pelos centuriões, mas antes de cair consegue passar a mensagem do ataque para Dee.
Devido à impossibilidade de organizar um resgate a Kara, devido ao pequeno número de homens para defender o Templo, Apollo decide abandonar Kara, Anders não se conforma e eles discutem asperamente, Sam abandona a missão e vai tentar resgatar Kara, mas Apollo não permite, da ordem para tropa não permitir a saída de Anders e a cena encerra com uma arma apontada para cara do marido de Kara Thrace.

Galactica

Enquanto Roslin e Adama falam com Galen Tyrol no planeta Alga, aparecem no dradis 4 Basestar cylons, Adama da à ordem e as naves civis saltam, mas a Galactica segura posição, por causa das pessoas no solo do planeta e pelo Olho de Júpiter.
Mas a Basestar não ataca, eis o primeiro contato cylon-humanos desde Nova Caprica, mas a voz não é cylon, é humana, e pertence à Gaius Baltar. Adama aceita a visita cylon na Galactica. A Comitiva é composta por Baltar, Boomer, Cavil e D’Anna. Eles são recepcionados por Shanon Agathon, a Athena, ela fala para Tigh que aquela número Oito é Boomer, a que atirou em Adama, e a cylon fica de fora da reunião.
Laura, Tigh, Adama e Gaeta vs Cavil, D’Anna e Gaius. Eles discutem pra tentar um acordo sobre o Olho de Júpiter. Roslin se enoja com Baltar e diz para Adama:
“Eu acho que você pode cuidar disso sozinho, se você tiver estômago”.
A proposta dos cylons é simples eles ficam com o Olho de Júpiter em troca os humanos saem do planeta em paz, e Cavil sarcástico ainda oferece Baltar:
“Vale a pena pensar nisso” (Tigh)
“Definitivamente vale a pena pensar nisso” (Adama).
Mas a contraproposta de Adama é ainda mais simples que a proposta dos cylons, ou os cylons os deixam em paz, ou caso eles tentem um ataque ou se aproximar do planeta ele usa seus mísseis nuclear e explode o continente destruindo junto o Templo.
Do lado de fora da reunião Boomer encara Athena, a número Oito revela para Athena que Hera está viva. Inconformada Shanon Agathon não acredita na sua ‘irmã’. Mas Boomer continua falando que Hera está doente e que os cylons não sabem o por que. Revela também que a criança foi encontrada em Nova Caprica, perto da escola de Roslin, deixando claro que foi ela quem encenou a morte da criança. E termina falando:
“Não se faz isso com uma pessoa, se faz isso com uma coisa”.
Athena ao ouvir isso vai pra longe de Boomer.
Gaeta descobre que o sol vai virar supernova a qualquer momento, logo a presença deles ali se torna um risco, principalmente para os que estão no planeta.
Adama vai questionar Roslin sobre o que Boomer disse para Athena, e Roslin confirma a criança estava viva, finalmente descobrimos que Adama não tinha conhecimento do plano de Laura, ele fica visivelmente irritado, agora será que Athena vai acreditar que Adama nada sabia.
Adama vai contar tudo pra Helo e Athena, os dois choram muito e não se conformam com tudo que passaram por causa de Roslin. Se Athena soubesse disso antes do episódio do Boxe, ela teria chamado a presidente para uma luta com certeza.

Basestar

Os cylons se reúnem para debater se Adama está ou não blefando e o que eles devem fazer. Cavil acha que eles devem destruir a Galactica e que eles destruam o Olho, pois os cylons são maquinas e vão sobreviver para arrumar um caminho para Terra. Mas D’Anna seguiu um plano sozinha, assim que eles saltaram, ela enviou um raider com centuriões para o planeta. Ela diz que após os centuriões conseguirem pegar o Olho eles podem destruir a Galactica.
Baltar e D’Anna vão visitar o Hibrido, e ele proclama:
“As cinco luzes serão relevadas no centro do templo...ao escolhido (...) Apenas ao escolhido (levanta e olha para Baltar). Escolhido. Escolhido. Escolhido (...)”.
Caprica chega e fica visivelmente irritada por ter sido excluída das descobertas de D’Anna e Baltar. D’Anna diz que o destino dela e de Baltar são separados do de Caprica e o triângulo amoroso parece desfeito. Então D’Anna resolve seguir as palavras do Hibrido e descer com Baltar até o planeta Alga, ela aposta que Adama nada fará.
Os outros cylons percebem o risco e pedem pelo retorno de D’Anna e de Baltar, porém outro modelo da número Três diz que eles não vão voltar e que o plano irá a adiante, Adama da à ordem de armarem as ogivas, e o episódio acaba com um enorme e tenso ‘continua’ deixando todos ansiosos pelo próximo episódio.
Adama vai ou não usar as ogivas? Athena agora que sabe do paradeiro de sua filha irá ser desleal com a frota? D’Anna conseguira chegar ao planeta Alga, e se sim conseguirá ela junto com Baltar ver o rosto dos ‘Final Five’? Starbuck sobreviverá? Tyrol desvendara os segredos do Templo?

Curiosidades do episódio

_ O episódio tinha como nome original “O Olho de Zeus”.
_ Grace Park (a Athena) narra o “Anteriormente em Battlestar Galactica” nesse episódio.
_ As seqüências ao ar livre no planeta Alga foram rodadas perto de Kamloops, British Columbia.
_ O número de sobreviventes decaiu em 18 pessoas, foram às mortes através do campo de radiação, na Adriadic, na Carina e a morte de Kat.
Avatar
Added by Lucas Gandalf Leal
9 years ago on 7 September 2007 16:39



Post comment


Insert image

drop image here
(or click)
or enter URL:
 link image?  square?

Insert video

Format block